Portfolio EXTRAVAGANZA

 

 

Portfolio EXTRAVAGANZA

 01.10.17

 

detalhe/detail - Deborah Bruel

"Após algumas experiências com instalações site-specifics para espaços expositivos, desenvolvidas desde 2008, o projeto de doutorado apareceu como uma oportunidade de enfrentar o desafio de ter uma grande instituição de arte como objeto de estudo e também como destino final do trabalho artístico. Desta maneira, o Museu Oscar Niemeyer, inaugurado em 2002-2003, se tornou meu ponto de partida para a pesquisa, e o ponto de chegada do projeto desenvolvido."

 

Aqui você encontra detalhes de SOBRE 34mil m² da artista Deborah Bruel / Here you can find detailed presentation of ABOUT 34thousand m² from Deborah Bruel:: https://deborahbruel.wordpress.com/2017/11/22/sobre-34mil-m²/

 

 

 

 

 

 

 

 


 

SAUNA     

Uma conversa quente com Irene de Craen (HMK) e Keila Kern

A hot talk with Irene de Craen and Keila Kern

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Português

Irene de Craen é diretora artística do Hotel Maria-Kapel, um espaço sem fins lucrativos e residência artística em Hoorn, na Holanda.

Ela irá falar à respeito de espaços sem fins lucrativos na Holanda e a sua atual pesquisa "Undercurrents" que tem por objetivo questionar a relação entre instâncias históricas e do presente de movimentos como o colonialismo, comércio e migração bem como infra-estrutura e o significado da mobilidade no campo da cultura com foco especial nas residências artísticas.

Keila Kern é doutora em Poéticas Visuais ECA USP (2014).  Ela apresenta 20 dias de noites mal dormidas. Critica, pensamento e estratégia na arte: dois casos em Marcel Broodthaers.

English

Irene de Craen is artistic director of Hotel Maria Kapel, an artist-in-residence, non-profit space in Hoorn, The Netherlands.

She will talk about non-profit spaces in the Netherlands and her current research 'Undercurrents' that aims to question the relation between historic and present-day instances of movement such as colonialism, trade and migration, as well as the infra-structure and significance of mobility within the cultural field, with a special focus on artist-in-residencies.

Keila Kern is Doctor in Visual Poeticas at ECA USP. She presents 20 days of barely slept nights. Critic, thought and strategy in art: two cases in Marcel Broodthaers.

 

 

 

 


 

Neste sábado tem Portfolio EXTRAVAGANZA!!!!

 

Em uma tarde de encontros para apresentação de projetos dos artistas Camilla Loreta (São Paulo, SP), Cristina Calderoni (Ravenna, Itália) e do Coletivo Selo Dois (Curitiba, Pr); residentes vindos diretamente da Encosta Residência na Ilha do Mel. Estarão presentes a artista Gio Soifer e Elisa Cordeiro de Britto, gestoras da Encosta Residência. Será um dia de delicadezas e trocas e também de confraternização com o grupo recém chegado da ilha e a comunidade local. 

 

 registro de conversa com Camilla Loreta em seu estúdio na ilha do Mel - foto Margit Leisner

 

 imagem de ação performativa de Cristina Calderoni em Viena
 
 

Sobre os residentes:

Cristina Calderoni desenvolve o seu processo artístico a partir do encontro. Para Cristina, ser nômade é uma forma de existência e esse é o material da sua prática. Cristina vive e trabalha em Viena, e nasceu na cidade de Ravenna, Itália.

A instalação e a coleta são os fios condutores na prática artística de Camilla Loreta. O material têxtil é recorrente gerando redes de convívio. Camilla vive e trabalha em São Paulo, SP.

Selo Dois é um organismo artístico nascido da parceria das  práticas artísticas de Fran Ferreira e Marcos Frankowicz. A pesquisa e produção do Selo Dois é principalmente próxima à palavra, operando através de diferentes meios e procedimentos, na intenção de expandir as relações do sujeito com elementos da escrita, leitura, fala e escuta. "Percebemos durante o percurso da nossa produção, a possibilidade de abrir uma palavra, fazendo surgir um vocábulo expandido e pondo em cheque seus significados aparentes, evidenciando camadas sociais, culturais e políticas mais profundas. Buscamos sempre experimentar novas linguagens, não se atendo a uma questão de forma, mas a utilizando como veículo comunicativo das propostas. Além da dimensão mais objetual, há também o pensamento, elaboração e articulação de projetos, oficinas, conversas e proposições, gerando um corpo coletivo de trabalho envolta das questões dos nossos trabalhos." 

 

 Fran Ferreira e Marcos Frankowicz - foto Elisa Cordeiro


A Encosta é uma residência transdisciplinar porque aposta no entrelaçamento das artes com outras disciplinas. Um espaço para discutir novas maneiras de atuação no campo ampliado da arte e o lugar do artista como agente transformador do entorno. Conheça aqui no link mais sobre a residência e o seu contexto na Ilha do Mel: http://www.encosta.com.br/

 caminhada ao fim de tarde - foto Margit Leisner

 


 

Convocatória aberta / Open Call

 07.08 até 06.09

 

Está aberta a convocatória para apresentação de portfólios com Irene de Craen e curadores convidados. Podem participar da seleção artistas graduados ou com ao menos 5 anos de prática. Para participar solicitamos o envio dos conteúdos listados abaixo para o email Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.:

- portfólio com 10 a 15 imagens (no máximo!) de projetos/trabalhos recentes que melhor ilustram o que o artista desenvolve atualmente.

- um breve texto/declaração artística de aprox. 300 palavras

 É  necessário que xs artistas tenham boa comunicação oral em inglês.

Serão selecionados até 6 artistas que irão apresentar suas pesquisas atuais junto aos curadores. Quais são os seus questionamentos, preocupações e temas? Durante o evento será preparada uma refeição para todos os participantes. O resultado da seleção será publicado até o dia 12/09.

 

Portfolio EXTRAVAGANZA integra Catatau :: Uma proposição de Irene de Craen, Hotel Maria Kapel - Hoorn, Holanda para ao programa Primitiva

Portfolio EXTRAVAGANZA is part of Catatau :: A proposal by Irene de Craen, Hotel Maria Kapel - Hoorn, Holand for the Primitiva program.

 

Sobre/About

Hotel Maria Kapel (HMK) é um espaço de exposição, residência artística e cinema dedicado à arte visual contemporânea que fica no centro da cidade de Hoorn, cidade histórica situada 40 km ao Norte de Amsterdam na Holanda. HMK é uma organização sem fins lucrativos que tem por objetivo favorecer artistas jovens bem como artistas mais estabelecidos - de todos os lugares do mundo - na produção de novos trabalhos e promover intercâmbios entre artistas nacionais e internacionais, instituições culturais e o público. O estúdio/espaço de exibição da HMK está localizado em uma capela do início do século 16, cercada por um pátio semi-privativo. este belo, tranquilo e amplo ambiente de trabalho oferece aos artistas residentes um espaço único para reflexão, experimentação e produção. A HMK situa o artista no centro das atividades e estimula a tomada de risco como elemento chave do desenvolvimento artístico. O programa público de exposições, projeções, palestras, oficinas e publicações almeja desafiar as perceções do que constitui a arte contemporânea e trazer o espectador para perto da prática que a motiva.

O próximo programa da HMK para 2018 e 2019 entitulado Undercurrents tem por objetivo questionar a relação entre as instâncias de movimento históricas e do presente tais como o colonialismo, comércio e migração, bem como o significado da mobilidade no campo da cultura com foco especial nas residências artísticas.

Irene de Craen recebeu Bacharelado em Artes da Royal Academy of Fine Arts/Academia Real de Belas Artes em Haia e bacharelado e mestrado em História da Arte, Era Recente, da Universidade de Amsterdam. Atualmente é diretora artística na Hotel Maria Kapel em Hoorn, editora e escritora freelancer e membra ativa do conselho da Plataform BK (Plataforma para Artes Visuais). Ela tem contribuido em revistas e sites nacionais e internacionais tais como Metropolis M, e Frieze e tem contribuido como autora e editora na Mister Motley e na Tubelight. Em 2011 e 2012 foi curadora do FATFORM no Sudoeste de Amsterdam. Interesses pessoais e objetos de estudo incluem as iniciativas artísticas, pós –colonialismo, epistemologia, coleções e o arquivo.

English

Hotel Maria Kapel (HMK) is an artist-in-residence, exhibition space and cinema for contemporary visual art in the city centre of Hoorn; a historic town 40 kilometres north of Amsterdam, the Netherlands. HMK is a non-profit organization that aims to assist young as well as more established artists from all over the world in the production of new work and promote exchanges between national and international artists, cultural institutions and the public. The studio/exhibition space of HMK is located in an early 16th century chapel, surrounded by a semi-private courtyard. This beautifully tranquil and spacious working environment offers the artists-in-residence a unique space for reflection, experimentation and production. HMK places the artist at the centre of its activities, and stimulates risk-taking as a key element of artistic development. The public programme of exhibitions, screenings, lectures, workshops and publications, aims to challenge perceptions of what constitutes contemporary art, and bring the audience closer to the practice that motivates it.

HMK’s upcoming programme for 2018 and 2019 entitled Undercurrents aims to question the relation between historic and present-day instances of movement such as colonialism, trade and migration, as well as the infra-structure and significance of mobility within the cultural field, with a special focus on artist-in-residencies.

Irene de Craen received a BA from the Royal Academy of Fine Arts in The Hague and a BA and MA (cum laude) Art History, Recent Era, from the University of Amsterdam. She is currently artistic director at Hotel Maria Kapel in Hoorn, freelance editor and writer,and active board member of Platform BK (Platform for Visual Arts). She has contributed to national and international magazines and websites among others Metropolis M, and Frieze, and has been a contributing author and editor for Mister Motley and Tubelight. In 2011 and 2012 she was a curator at FATFORM in Amsterdam Southeast. Personal interests and objects of study include artist's initiatives, post-colonialism, epistemology, collections, and the archive.

link Hotel Maria Kapel http://hotelmariakapel.nl/wp/