Publish 15 Novembro 2015

2016

Pierre Lapalu - Coisas Possíveis

 

2015

 

Mostra da Gráfica e Editora Kadê, projeto dos artistas Jarbas Lopes e Katerina Dimitrova

Guilherme Zarvos, Sergio Torres, Lucila Gadin, Bernardo Ramalho, Astrid Cabral e Marssares, Jarbas Lopes.

 

exposição total* * companhia força e luz ilimitada

alex hamburger

andré mendes

anna belenzier

antonio arney

bernadete amorin

cristina jardanovsky

fabio noronha

henrique jakobi

livia piantavini

samuel dickow

traplev

 

túnel de transições de juan parada

juan parada

 

agente costura // lisa simpson e convidados

lisa simpson

rimon guimarães e mariana barros

 

individual de rimon guimarães

rimon guimarães

 

2014

projeto avançado: pra ontem

Amanda Scheffer

Bruno F. Souza

Juliana de Sávio

Juliana Rodrigues

Marcos Guimarães

Rafaella Pacheco

 

copa

keila kern

 

lançamento e distribuição gratuita e limitada

- recibo70 pedranoventa + recibo bacurau#18

- Bases Temporárias para Instituições Experimentais

traplev

marcos frankowics

 

 o óbvio improvável - pinturas de samuel dickow

 

do barro

juliana burigo

janete anderman

 

o óbvio improvável

gabriele gomes

cleverson salvaro

janete anderman

maikel da maia

josé roberto santos

lívia piantavini

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

Publish 23 Outubro 2015

F: - Diz aí André, o que é o almoço na ripa?

A: - O almoço na ripa é um experimento onde todos participam e desfrutam de todos os sentidos. Haverá comida, bebida, música e pessoas. A "ripa" é o fio condutor disso tudo, ela serve de mesa, apoio e motivo para convidar mais alguém. A ripa é uma mesa única pode crescer ã medida que as pessoas chegam. Ela pode romper as barreiras da galeria e da bicicletaria e ir aos poucos traçando um caminho. Pode atravessar a rua e se muitos vierem podemos viajar com a ripa itinerando de forma linear.

 

 

 

 

 

O Almoço na ripa aconteceu na tarde de sábado, 24 de outubro junto com o lançamento da mostra da Gráfica Editora Kadê, de Maricá, Rio de Janeiro.

 

 

 

Publish 22 Outubro 2015

Sem título (série perimetral)

Tinta a óleo, papel adesivo e caneta sobre papel timbrado

15 x 21cm

2015

 

 

 

Sem título (série perimetral)

Tinta a óleo, papel adesivo e caneta sobre papel timbrado

15 x 21cm

2015

 

Publish 16 Outubro 2015

                                                                                                                                                                                                   foto gilson camargo 

 

                                                                                                                                                                                                             foto gilson camargo 

 

Breve parágrafo a partir da série Colagem com Rejeitos, de Antônio Arney

Sobre o artista:

Antonio Arney dos Santos nasceu em Piraquara, PR em 1926. Pintor. Cedo se interessa por artes, tendo como exemplo seu próprio pai, pintor, fotógrafo e marceneiro. Começa a pintar em 1956 como autodidata, na cidade de Curitiba. Mantém contato com a Galeria Cocaco, ponto de encontro dos artistas modernos do Paraná nos anos 60. Em 1979, orienta o ateliê de madeira, estudo e pesquisa de materiais no Centro de Criatividade da Fundação Cultural de Curitiba. A partir de 1989, orienta o Curso de Colagem na Arte, no ateliê de ensino do Museu Alfredo Andersen. Vive e trabalha em Curitiba.

 

Histórico